Cidade dos Etéreos
Autor (a): Ransom Riggs
Editora: Intrínseca
Páginas: 384 páginas
Avaliação: 4/5

Sinopse: "Cidade dos etéreos dá sequência ao celebrado O orfanato da srta. Peregrine para crianças peculiares, em que o jovem Jacob Portman, para descobrir a verdade sobre a morte do avô, segue pistas que o levam a um antigo lar para crianças em uma ilha galesa. O orfanato abriga crianças com dons sobrenaturais, protegidas graças à poderosa magia da diretora, a srta. Peregrine. Neste segundo livro, o grupo de peculiares precisa deter um exército de monstros terríveis, e a srta. Peregrine, única pessoa que pode ajudá-los, está presa no corpo de uma ave. Jacob e seus novos amigos partem rumo a Londres, cidade onde os peculiares se concentram. Eles têm a esperança de, lá, encontrar uma cura para a amada srta. Peregrine, mas, na cidade devastada pela guerra, surpresas ameaçadoras estão à espreita em cada esquina. E, além de levar as crianças a um lugar seguro, Jacob terá que tomar uma decisão importante quanto a seu amor por Emma, uma das peculiares. Telecinesia e viagens no tempo, ciganos e atrações de circo, malignos seres invisíveis e um desfile de animais inusitados, além de uma inédita coleção de fotografias de época — tudo isso se combina para fazer de Cidade dos etéreos uma história de fantasia comovente, uma experiência de leitura única e impactante".

Oi gente! Tudo bem? Hoje eu trago a resenha do segundo livro da trilogia de O Orfanato da srta Peregrine. Eu li esse livro bem rápido, porém demorei pra fazer a resenha, mas terminei!

Cidade dos etéreos começa onde terminou O orfanato da srta Peregrine para crianças peculiares, eles fugindo da ilha no País de Gales após a mansão do orfanato ser explodida pela bomba da guerra, então Jacob, Emma e as outras crianças peculiares estão procurando um lugar seguro para ficar e salvar a srta Peregrine que dês do acontecimento do primeiro livro, se mantêm em forma de ave e não consegue mais se transformar em humana novamente.

Eles ficam em busca de uma fenda em Londres, onde existe uma outra mulher como a srta Peregrine que é capaz de fazer com que a diretora volte a sua forma humana. Porém Londres está em guerra, a segunda guerra mundial e Jacob verá com seus próprios olhos o que foi estudado em suas aulas de história, despertará um medo enorme e terá de enfrentar junto de seus amigos muitos acólitos e muitos etéreos, fazendo também que sua peculiaridade fique maior.

Além de salvar a srta Peregrine eles também tentarão salvar as outras imbrimes capturadas pelos acólitos, mas o que menos imaginavam era que o acólito estava mais perto deles do que eles imaginavam.


"Emma, uma alma iluminada. Preciso da chama que arde em seu interior [...] Então fui tomado por uma necessidade súbita de beijá-la. E foi o que fiz."


Esse livro tem o mesmo impacto do primeiro livro da série. É um livro maravilhoso, cheio de personagens cativantes com suas peculiaridades incríveis! O tempo todo pensei que eu estivesse fugindo junto com eles dos etéreos e dos acólitos, Jacob narra o livro e todos os mini detalhes que ele percebe e isso torna a leitura mais empolgante. 

Emma é uma personagem forte, destemida e que lidera o grupo das crianças peculiares e ela se tornou minha personagem favorita do livro, mostrando sua força de vontade e sua preocupação com seus amigos. Enóch também se tornou meu personagem favorito, um personagem típico de Tim Burton, ele é arrogante e um pouco frio, um personagem bem "dark" e isso é uma coisa nova em livros que tem como protagonistas as crianças e eu amei isso. 

Adorei a trama, o modo como eles procuram um lugar para ficar seguros e acabam descobrindo novas pistas e coisas estranhas que podem ajudá-los a chegar em Londres e uma das coisas que eu mais amei foi os livros que eles conseguiram resgatar da explosão do orfanato. Esses livros são os volumes de contos peculiares, são contos de pessoas peculiares, histórias de animais peculiares que acabaram ajudando muito eles, pois os locais dos livros existem e são fendas temporais. 

Jacob é um personagem um pouco medroso e frágil no início do livro, mas no decorrer da leitura percebemos a evolução do personagem com sua peculiaridade de enxergar os etéreos. Surgem novos personagens peculiares na trama que se juntam as crianças do orfanato para sobreviver a guerra e ajudar as imbrimes a voltar para suas fendas. 

O livro é simplesmente incrível, cheio de novas coisas e novas ideias que não tinha visto em outros livros que já li. Ramson Riggs tem uma escrita maravilhosa que cativa qualquer leitor e suas ideias são incríveis. 

Paula Nunes. 



Oi gente! Tudo bem com vocês? A Black Friday já passou e eu comprei alguns livrinhos nesse dia! Eles chegaram aqui em casa ontem, vou listar eles aqui pra vocês e em breve terá resenha de todos! 

1- Harry Potter e a Pedra Filosofal - J.K Rowling (capa dura das casas e em inglês)

O primeiro livro que eu decidi comprar nessa black friday foi a nova capa de Harry Potter, capa dura e das casas!!! Porém eu não comprei de todas as casas :/ Comprei somente o primeiro livro da Corvinal (minha casa!) e pretendo juntar moedinha por moedinha para comprar os outros. Já que ainda não saiu a versão português, eu decidi comprar a inglês.


2- It - Stephen King


O livro "IT" de Stephen King, um livro que eu queria muito e é claro para tentar fazer um desafio de leitura com esse livro de pelo menos 2 semanas com ele lido :) Eu assisti ao filme e achei muito bom e com certeza o livro deve ser melhor ainda, Nosso King de fato é um rei. 


3- Duelo dos Mortais - Collen Houck


Esse é o terceiro livro da saga Deuses do Egito que quem leu as resenhas que eu fiz aqui no blog sabe que eu amo essa saga e que só perde para Harry Potter, na minha opinião. Lilly e Amon são os meus personagens preferidos da VIDA e por isso eu precisava do terceiro livro pra completar minha coleção da maravilhosa saga dos Deuses do Egito. 


4- O Universo de Harry Potter de A a Z


Esse livro eu decidi comprar para aquela coleção maravilhosa que a gente ama de Harry Potter (eu ainda pretendo ter todos os livrinhos fora da saga) e esse livro me despertou bastante curiosidade por ser o universo do mundo bruxo de A a Z, mas o autor diz no livro que não tem tudo sobre o mundo bruxo, mas só algumas coisas. 

Bom gente esses foram os livrinhos que eu comprei na black friday! Espero que tenham gostado do post e passando pra lembrar que essa semana teremos resenha dos livros: Cidade dos Etéreos e Bela Gratidão. 

Paula Nunes. 

Liga da justiça
Data de lançamento: 16 de novembro de 2017 
Direção: Zack Snyder
Elenco: Ben Affleck, Henry Cavill, Gal Gadot...
Gêneros: Ação, Ficção científica
Avaliação: 4/5

Sinopse: "Impulsionado pela restauração de sua fé na humanidade e inspirado pelo ato altruísta do Superman (Henry Cavill), Bruce Wayne (Ben Affleck) convoca sua nova aliada Diana Prince (Gal Gadot) para o combate contra um inimigo ainda maior, recém-despertado. Juntos, Batman e Mulher-Maravilha buscam e recrutam com agilidade um time de meta-humanos, mas mesmo com a formação da liga de heróis sem precedentes - Batman, Mulher-Maraviha, Aquaman (Jason Momoa), Cyborg (Ray Fisher) e Flash (Ezra Miller) -, poderá ser tarde demais para salvar o planeta de um catastrófico ataque".

ALERTA: CONTÉM SPOILERS!!

Oi gente! Tudo bem com vocês? Fui assistir a liga da justiça, um filme que eu estava muito ansiosa para assistir depois de Batman vs Superman e tenho muitas coisas pra contar aqui para vocês.

Depois da morte de Superman, o mundo fica mais vulnerável e desprotegido, todos continuam de luto e com saudades do Homem de aço. Batman está tentando proteger o mundo, mas sozinho não consegue.

Um novo inimigo é despertado e junto com seus aliados se prepara para destruir o mundo para construir um novo onde os humanos não fazem parte. Batman ao descobrir um dos aliados do inimigo, convoca Diana Prince, a mulher maravilha, para ajudá-lo na derrota desse novo inimigo e descobrir como ele despertou. Os dois procuram novos aliados e descobrem o Aquaman, Cyborg e Flash que irão ajudá-los a destruir o mal, mas o que eles não imaginavam é que falta algo mais nesse grupo que irá retornar. 


Primeiramente: Eu li e assisti muitas resenhas falando mal de liga da justiça, mas eu realmente amei e achei um filme muito bom comparado a Batman vs Superman e Esquadrão Suicida (que foram péssimos). Nesse filme aparecem super heróis que eu sempre quis ver em carne e osso como o Cyborg <3 E também aparece um ator que eu gosto muito como o Flash que é o Erza!

O filme consegue explicar o que está acontecendo, ao contrário de Batman vs Superman que eu pelo menos fiquei até a metade do filme sem entender o que estava acontecendo. Em Liga da Justiça entendemos o que se passa em tal momento e também o que eles pretendem fazer no futuro. 

Além de uma pegada bem suspense e dark como a DC tem em todos os seus filmes, nesse também surge um pouco de comédia com nosso eterno Khal Drogo (Jason Momoa) que no filme é o Aquaman e ele deixa o filme com algumas piadas e vários momentos engraçados. 

A respeito do alerta de spoiler: Eu não considero spoiler, mas acredito que algumas pessoas talvez considerem, mas minha gente o nosso Homem de aço volta nesse filme a viver!! Isso! Meu pedido de Natal foi concedido! Superman volta com tudo nesse filme, mas com uma ajuda é claro e se une para deter o novo inimigo junto com os outros membros da liga da justiça. 

Bom gente, eu realmente a-d-o-r-e-i o filme! Espero que vocês tenham gostado da resenha!

Paula Nunes. 

O Último Olimpiano
Autor (a): Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Avaliação: 5/5

Sinopse: "Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os Titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo titã.
Enquanto os Olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem deter o Senhor do Tempo.
Nesse quinto e último livro da série, o combate se acirra e o mundo que conhecemos está prestes a ser destruído. O destino da civilização está nas mãos do semideus anunciado na antiga profecia, e Percy está perto de completar dezesseis anos – a dúvida é: o herói será ou não capaz de tomar a decisão correta?"

AVISO: ESSA RESENHA CONTÉM SPOILER

Oi gente! Tudo bem com vocês? Eu terminei o último livro da saga Percy Jackson e os olimpianos e trago a resenha hoje aqui para vocês.

O livro começa com Percy e Charles Beckendorf do chalé de Hefesto indo até o navio Princesa Andrômeda tentar destruí-lo, pois Cronos e seu exército estão se preparando para acabar com o Olimpo e com o mundo neste navio, porém não será fácil acabar com o exército nesta batalha, já que Percy descobre que há um espião entre os campistas que passa informações a Cronos, dificultando suas estratégias. 

Os deuses lutam contra o maior monstro de todos: Tifão, um monstro que nem os próprios deuses conseguem destruir e precisaram de muita ajuda para manter o olimpo de pé. Além de monstros antigos e perigosos, antigos deuses do mar começam a enfrentar Poseidon, impossibilitando que ele ajuda a derrotar Tifão ou a proteger o olimpo. 

Após a batalha no navio Princesa Andrômeda, Quíron diz a Percy que está na hora de ele ouvir a grande profecia que irá por em risco a vida de todos no mundo e Percy embarca na sua maior aventura de todas em que passou no acampamento meio sangue, tendo de enfrentar o titã Cronos, monstros terríveis e ao próprio Luke que ainda está preso ao seu corpo juntamente de Cronos.
Mas Percy não estará sozinho nesta batalha, além de quase todos os campistas do acampamento meio sangue ajudá-lo, terá a ajuda de sua amiga mortal Rachel Elizabeth Dare que pode ver através da névoa. 


"Um meio-sangue, dos deuses antigos filho,
Chegará aos dezesseis apesar de empecilhos
Num sono sem fim o mundo estará
E a alma do herói, a lâmina maldita ceifará
Uma escolha seus dias vai encerrar
O Olimpo preservar ou arrasar." 


Então, esse livro é maravilhoso! É o último livro da saga e faz o leitor se emocionar com seu final e com todas as jornadas que acompanhamos Percy. 

Primeiramente, neste livro entendemos melhor sobre o passado de Luke, sobre o porque dele ter fugido de casa e como conheceu Annabeth e Thalia, além de mostrar o porque dele odiar tanto os deuses a ponto de se juntar ao titã Cronos para destruir o olimpo. 
Mostra os sentimentos de Annabeth por Luke e o porque dela estar defendendo ele mesmo nos momentos em que ele foi mais cruel com as pessoas e se mostrou infiel aos amigos. 

Rachel Elizabeth Dare é uma das minhas personagens favoritas da série, determinada, corajosa, pronta para enfrentar qualquer coisa em prol dos amigos e o que acontece com ela é incrível, Rachel vira o novo oráculo (neste livro mostra como eram os oráculos e porque da múmia do porão ser uma múmia).
Depois de tanta traição no acampamento, ainda contaremos com um espião que eu afirmo: É inesperado quando finalmente descobrimos quem é o espião. 

Fiquei maravilhada com este livro, com a escrita de Riordan, com cada detalhe e com todos os personagens cativantes que tive o prazer de conhecer nessa saga!! E no final do livro, quando Rachel vira o novo oráculo, logo ela revela uma nova profecia, que acredito, é sobre os próximos 5 livros da saga Heróis do olimpo (que eu já li um e resenhei aqui no blog!).

"Sete meio-sangues deverão atender o chamado
Pela tempestade ou fogo, o mundo deverá cair. 
Um juramento deve manter um último suspiro, 
E inimigos carregarão suas armas para os Portões da Morte"

Bom gente, espero que vocês tenham gostado da resenha!! 

Paula Nunes.

A batalha do labirinto
Autor (a): Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 392
Avaliação: 4/5

Sinopse: " Percy está prestes a começar o ano letivo em uma nova escola. Ele já não esperava que essa experiência fosse lá muito agradável, mas, ao dar de cara com cheerleaders monstruosas e mortas de fome, vê que tudo, sempre, pode ficar ainda pior.
Nesse quarto volume da série, o tempo está se esgotando e a batalha entre os deuses do Olimpo e Cronos, o Senhor dos Titãs, fica cada vez mais próxima. Mesmo o Acampamento Meio-Sangue, o porto seguro dos heróis, se torna vulnerável à medida que os exércitos de Cronos se preparam para atacar suas fronteiras, até então impenetráveis. Para detê-los, Percy e seus amigos semideuses partirão em uma jornada pelo Labirinto, um interminável universo subterrâneo que, a cada curva, revela as mais temíveis surpresas".

Oi gente! Tudo bem com vocês? Eu demorei um pouco pra postar aqui no blog, mas isso não significa que eu parei de ler, ao contrário, consegui ler três livros nesse tempo e vou resenhar os três essa semana aqui pra vocês e mais o filme Liga da Justiça!!

Começando a resenha, esse é o penúltimo livro da saga Percy Jackson, onde Percy terá de impedir que Cronos se reconstitui e forme seu exército para exterminar os deuses, os semideuses e até mesmo os mortais e fazer com que a era dos titãs reine novamente sobre o mundo. 

Além de uma missão na qual a liderança é de Annabeth, também teremos uma personagem nova que apareceu rapidamente no terceiro livro da saga que é a Rachel Elizabeth Dare. Ela surge novamente nesse livro com uma extrema importância, se tornando também amiga e colega de Percy na escola nova. 

Nessa missão, teremos o nosso trio de amigos, Annabeth, Percy e Grover e mais Tyson!! O principal objetivo da missão é impedir que o exército de Cronos chegue ao acampamento meio sangue pelo Labirinto de Dédalo, mas não será fácil já que todos que entraram no labirinto, poucos retornaram. 
Com a ajuda da mortal Rachel Elizabeth que pode ver através da névoa, eles vão ao encontro de Dédalo para pedir ajuda na derrota de Luke e o titã Cronos. 


“No labirinto sem fim você deve entrar na escuridão
O morto, o traidor e o desaparecido se erguerão
Pela mão do rei fantasma se erguera ou cairá
O último ato da criança de Atena acontecerá
Com o último suspiro de herói será destruído
Pior que a morte um amor será para sempre lembrado.”


A trama está incrível como sempre, Riordan escreve encantadoramente, descreve cada minúscula ação de forma que deixa o leitor empolgado e é claro faz com que pareça que estamos interagindo com o protagonista. 

Neste livro notamos a presença de novos personagens como Dédalo, o criador do labirinto, Rachel Elizabeth Dare e até um cão do inferno que se mostra amigável. Notamos mudanças no comportamento de alguns personagens como o Deus Dionísio, o Deus do vinho que geralmente nunca se importa com o bem estar dos campistas do acampamento meio sangue, mas neste livro podemos dizer que ele está mais "pai" do que nos outros, mas é claro que continua o velho e nada empolgante Dionísio. 

Uma coisa que devo admitir que achei muito cansativo e esse foi o motivo da minha nota 4/5 e não 5/5 foi o tanto que eles entravam e saiam do labirinto. Talvez fosse mais cansativo para os personagens rsrsrs, mas torna o livro um pouco repetitivo fazendo com que o leitor já saiba que eles irão sair por que tem um enorme monstro perseguindo eles e depois de derrotarem o monstro eles voltam, mas é claro que isso acontece repetidas vezes. 

A personagem Rachel me cativou, seu jeito determinado e feroz, diria até que ela é uma filha de Ares rsrs, mas Rachel é uma mortal e no terceiro livro da série ela aparece rapidamente em uma cena que Percy está sendo atacado por zumbis e é claro que minha surpresa foi enorme de ter visto essa personagem novamente neste livro e no último que eu já estou lendo. 

É mais uma aventura maravilhosa de Percy Jackson que cativa a todos e devo admitir que estou gostando muito da série e pretendo ler os outros cinco livros (menos um que já está resenhado aqui no blog) para resenhar aqui!

Paula Nunes.

Thor: Ragnarok
Data de lançamento: 26 de outubro de 2017 
Direção: Taika Waititi
Elenco: Chris Hemsworth, Tom Hiddleston, Cate Blanchett...
Gêneros: Ação, Fantasia, Aventura, Ficção científica
Avaliação: 4/5

Sinopse: "Thor (Chris Hemsworth) está preso do outro lado do universo. Ele precisa correr contra o tempo para voltar a Asgard e parar Ragnarok, a destruição de seu mundo, que está nas mãos da poderosa e implacável vilã Hela (Cate Blanchett." 

Oi gente! Tudo bem com vocês? Eu fui ao cinema assistir Thor Ragnarok e temos muitas coisas para falar, pontos positivos e pontos negativos. 

É o terceiro filme de Thor e quem assistiu ao último e lembra do final (não vou contar aqui pra não dar spoilers) basicamente é o início desse filme. Começamos por essa descoberta. 
Além disso, mais no início do filme antes disso acontecer, Thor estava preso em uma jaula tentando se libertar do temido titã do tempo: Cronos (EXTAMANTEEE! CRONOS!)

Quando Thor descobre que tem uma irmã que é a deusa da morte, que surge para tomar o trono de Asgard ao invés de Thor, ele precisa mais do que nunca unir forças e derrotá-la para salvar seu povo e tomar o trono de volta, mesmo que isso custe caro. 




Thor é o meu segundo herói favorito (o primeiro é o HULK!) e os dois primeiros filmes, com uma pegada mais "dark" é bem diferente deste terceiro. 

Podemos notar claramente o humor exagerado no filme, quase o deixando uma comédia. Os filmes anteriores da Marvel tem piadas, mas tem um equilíbrio nelas, sabendo a hora da ação e a hora da comédia. Em Thor ragnarok tem piadas em quase todas as cenas e isso acabou deixando o filme bem exagerado de piadas. 

O pior (e último, aleluia) ponto negativo que me deixou muito decepcionada foi o modo como Hulk ficou neste filme, parecendo que tem cinco anos de idade. Estamos acostumados com o Hulk que esmaga, que é violento, mas que se mostra um incrível vingador e justamente por isso é o meu preferido, mas nesse filme (por mais que ele esmague) ele não parece tão violento e nem muito irritado, Mark Ruffalo também teve suas cenas comédias, mas cenas exageradas com piadas que com certeza o Hulk não faria. Hulk se torna engraçado nos filmes dos vingadores por acabar fazendo algo engraçado que ele não percebia que era engraçado como a famosa cena "Deus Fraco" (que é retomada nesse filme) e por isso ficou exagerado as piadas que ele acabou por fazer neste filme já que ele aparentava estar sempre com raiva e neste filme isso não aconteceu. 

A relação entre Thor e Loki me deixou muito animada, é claro que acontecem desavenças entre eles nesse filme, mas Loki pareceu entender que Thor era irmão dele e que por mais que Loki aprontasse as suas, Thor queria o seu bem e os dois irmãos embarcam nessa aventura em derrotar a vilã Hela juntos e foi incrível as cenas dos dois!

Hela é aquela vilã que você ama por exemplo o próprio Loki e o coringa. Ela é a deusa da morte, filha mais velha de Odin e é incrivelmente poderosa, já que por ser a deusa da morte, ela não morre fácil não! E quem lembra dela no trailer acabando com o martelo de Thor? Isso tem uma explicação bem simples no filme, mas eu não vou contar porque isso é sim um spoiler e não quero estragar a surpresa!

Além de tudo isso, quando Thor e Loki voltam para a Terra em um ponto do filme, quem recebe eles é o doutor estranho! Isso mesmo, quem assistiu doutor estranho e viu as cenas pós créditos percebeu que uma era ele conversando com Thor sobre o futuro de Asgard e essa cena volta ao filme de Thor e foi muito maravilhosa.

E por último uma coisa que eu não deixou de falar é sobre a trilha sonora maravilhosa que deixou todos os pelos se eriçarem com cenas de luta em que a música do Led Zeppelin tocava. 

Bom gente, espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje! Super beijos e até o próximo post

Paula Nunes.  

A Maldição do Titã 
Autor (a): Rick Riordan 
Editora: Intrínseca 
Páginas: 316
Avaliação: 5/5

Sinopse: "Um chamado do amigo Grover deixa Percy a postos para mais uma missão: dois novos meios-sangues foram encontrados, cuja ascendência ainda é desconhecida. Como sempre, Percy sabe que precisará contar com o poder de seus aliados heróis, com sua leal espada Contracorrente... e com uma caroninha da mãe. O que eles ainda não sabem é que os jovens descobertos não são os únicos em perigo: Cronos, o Senhor dos Titãs, arquitetou um de seus planos mais traiçoeiros, e nossos heróis serão presas fáceis. Um monstro ancestral foi despertado - um ser com poder suficiente para destruir o Olimpo - e Ártemis, a única deusa capaz de encontrá-lo, desapareceu. Percy e seus amigos têm apenas uma semana para resgatar a deusa sequestrada e solucionar o mistério que ronda o monstro que ela caçava. Ao longo dessa jornada, enfrentarão o maior desafio de suas vidas: a terrível profecia da maldição do titã."

Oi gente! Tudo bem com vocês? Hoje eu trago mais uma resenha de livro e é o terceiro livro da saga Percy Jackson e os olimpianos! 
O livro começa com Percy, Thalia e Annabeht em uma missão para buscar dois novos meios-sangues que Grover - O sátiro melhor amigo de Percy - encontrou os irmãos Nico e Bianca Di Angelo.
Mas o que eles não imaginavam era que também iriam correr grandes perigos nessa missão, onde Annabeht é sequestrada por um monstro, cuja espécie é um manticore, que serve ao titã Cronos e que tem como seu aliado o semideus Luke. 

OBS: Thalia está na missão já que faz alguns meses que a filha de Zeus deixou de ser um pinheiro e voltou a sua forma humana por conta do velocino de ouro - Caso você não tenha lido as outras resenhas clique aqui para a resenha de O Ladrão de Raios e aqui para a resenha de O Mar de Monstros. 

Além de Annabeht ser sequestrada, a deusa da caça - Ártemis também é pega em uma missão que estava fazendo sozinha e então suas caçadoras vão ao acampamento meio-sangue para decidir lá o que irão fazer. Dois meios sangues e três caçadoras decidem ir em busca de Ártemis, mas nosso protagonista, filho de Poseidon, não se deixa ficar sem fazer nada e escondido vai junto na busca de sua melhor amiga Annabeht. 
Percy descobre então quem estava por trás do sequestro de Annabeht e o mesmo estava por trás do sequestro da deusa Ártemis e assim passa a ajudar Thalia, Zoë, Bianca e Grover a encontrar e resolver essa missão. 


A oeste, cinco buscarão a deusa acorrentada,
Um se perderá na terra ressecada,
A desgraça do Olimpo aponta a trilha,
Campistas e Caçadoras, cada um, brilha,
A maldição do titã um deve sustentar,
E, pela mão do pai, um irá expirar.


Sendo sincera, este está sendo o meu livro preferido da saga de Percy Jackson. Com personagens novos e cativantes que deixaram a leitura muito mais emocionante. 

Thalia foi o ponto que, eu devo confessar, mais gostei. O fato dela ser uma filha de um dos três deuses grandes e que poderia ser a criança da profecia foi um BOOM, poderia ser ela ou Percy. Saber que os dois se tornaram amigos e realizam missões juntos me deixou animada! Sim, eu torcia para que eles fossem amigos e de forma alguma inimigos. 

As caçadoras também me deixaram cativada. Caçadoras são as meninas que fazem um juramento e se juntam a deusa Ártemis em suas caçadas e nesse juramento inclui nunca mais viver um romance ou seja, nunca mais se apaixonar. É uma coisa bem séria para as caçadoras e no livro mostra bastante o poder feminino que elas querem mostrar e eu achei DEMAIS! 

A narrativa em primeira pessoa de Percy é muito maravilhosa. O autor faz com que pareça que estejamos interagindo com o protagonista e o modo como ele fala das coisas, enfim, como um adolescente faz com que a leitura se torne mais gostosa e mais divertida com as gírias do Percy. 

É um livro maravilhoso e eu aconselho a todos lerem a saga completa porquê vale a pena e entramos na mitologia grega e também romana nos outros livros da série em que o protagonista é outro. 

Bom, espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje! Super beijos e até o próximo post. 

Paula Nunes 

Tecnologia do Blogger.