Puxe a cadeira e sente-se! Pare o que está fazendo! Abra seu coração! Leia esta resenha com os melhores olhos, pois hoje venho falar de “A Extraordinária Garota Chamada Estrela”, de Jerry Spinelli.

Livro:A extraordinária garota chamada estrela
Autor:Jerry Spinelli
Editora: Gutenberg
Avaliação: 4/5



                                                           
De forma simples o autor nos apresenta Estrela, uma garota que se faz presente, que é mais do que ser, é diferente e estranha, e se entrega à vida como o mais belo e profundo dos seres.

Parando para autoanalisar nossa vida, podemos notar a existência de uma rotina as vezes sufocante, cheia de dias feitos das mesmas pessoas, mesmas atividades, mesmos lugares, mesmos objetivos, … no meio dessa monotonia, por vezes encontramos algumas surpresas, como pessoas diferentes, atividades diferentes, lugares diferentes, objetivos diferentes que abrem os nossos olhos, estendem nosso horizonte, nos mostram coisas lindas e novas. E pessoas-estrelas são assim: raras, capazes de alterar nossa vida com um simples aparecer, como esses dias inesperados que nos arrancam sorrisos.
O livro é narrado por Leo, um simples garoto que achou que teria apenas mais um ano escolar, até conhecer, se encantar e se apaixonar por Estrela. E é por meio das palavras de Leo que vamos conhecer o fantástico universo da protagonista, e seu oposto: a real sensação de estranheza que a garota diferente causará no ambiente escolar.

Estrela nunca tinha estudado fora de casa, e por ser uma menina tão única, deixa todos embasbacados, confusos e de certa forma até apavorados. Ninguém sabe se portar em frente a uma pessoa tão profunda.

Isso tudo é transmitido pelas palavras do autor de uma forma tão singela que faz até o leitor duvidar da veracidade de se ser assim. No decorrer da trama vamos conhecendo mais a personagem e entrando em seu mundo, passando a entender como ela enxerga a vida e como ela se dá pelas pessoas, como ela sente prazer em simplesmente ajudar.

Bom, eu ganhei este livro de presente de aniversário da minha irmã Diulia (o melhor presente de aniversário há 14 anos) e simplesmente eu comecei a ler, e fui me apaixonando cada vez mais pelo livro, fiquei noites sem dormir lendo ele, até por que tive um record de 3 dias lendo esse livro.
Bom  como eu já disse o livro é narrado por Léo que conta a incrível história de Estrela.
Eu realmente não queria ter parado de ler o livro, é uma obra perfeita de Spinelly, eu simplesmente gostaria que esse livro nunca acabasse, que fosse infinito.
A cada palavra que eu lia, eu me sentia cada vez mais cativada por Estrela, ela tem tanta alegria no coração, ela é tão única, e é todas essas características nela que faz Léo se apaixonar.
Se eu fosse uma personagem do livro, teria vontade de esganar Léo por não ter ido ao baile com a Estrela, ele simplesmente preferiu não ir sendo que ele já estava apaixonado por ela. Eu fiquei muito brava, eu queria que os dois ficassem juntos, mas Léo simplesmente se deixou levar pela vergonha digamos assim, por que ele não queria ir no baile da escola com a garota mais estranha da escola, ele simplesmente queria leva-la, mais ao mesmo tempo sentia vergonha de leva-la.

Bom tirando esse pequeno detalhe de Léo não ter levado Estrela ao baile, eu amei tudo no livro.
O livro é fantástico se tornou um de meus preferidos e na minha opinião deveria ser adotado por todas as escolas e bibliotecas existentes no mundo.

                                                                     Paula. 

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.