Olá pessoas!Oi!Tudo bem? hoje eu irei fazer a resenha de mais um livro extraordinário de Green!


Livro:Cidades de Papel
Autor:John Green
Editora:Intrínseca
Avaliação:4/5


"Você vai para cidades de papel e nunca mais voltará"


Bom, se você já veio no blog logo quando ele foi criado, deve ter percebido que eu já havia feito uma resenha de cidades de papel, mais não uma resenha completa, ou seja, eu ainda não tinha terminado de ler o livro.

Sinopse: Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela magnífica vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que em um cinco de maio que poderia ter sido outro dia qualquer, ela invade sua vida pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita.

Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola e então descobre que o paradeiro da sempre enigmática Margo é agora um mistério. No entanto, ele logo encontra pistas e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele achava que conhecia.

Saraiva

O livro é fantástico! tirando um pequeno detalhe que eu já irei mencionar a vocês.
O livro inteiro Quentin está atrás de seu amor verdadeiro, ele faz de tudo para encontrar Margo, ele deixa de ter sua formatura para procurar a sua paixão, e isso faz com que o livro seja tanto como misterioso, como romântico.

"Na minha opinião, todo mundo tem seu milagre. Por exemplo, muito provavelmente eu nunca vou ser atingido por um raio, nem ganhar um Prêmio Nobel, nem virar ditador de uma pequena ilha do Pacífico, nem ter um câncer terminal de ouvido, nem sofrer combustão espontânea. Mas, se você levar em conta todos os eventos improváveis, é possível que pelo menos um deles vá acontecer a cada um de nós. Eu poderia ter presenciado uma chuva de sapos. Poderia ter pisado em Marte. Poderia ter sido engolido por uma baleia. Poderia ter me casado com a rainha da Inglaterra ou sobrevivido meses à deriva do mar. Mas meu milagre foi o seguinte: de todas as casas em todos os condados em toda a Flórida, eu era vizinho de Margo Roth Spiegelman."

Eu amei o livro do início, até o meio... posso dizer que o final é realmente decepcionante. Não querendo ser uma estraga prazeres e contar a vocês o final, mas já vou avisando, a reação de Margo ao encontrar Quentin, Ben, Radar e Lace não é das melhores.
Por que é decepcionante? bom, não irei entrar em detalhes, mas eu esperava que Margo disse-se:
- E então? gastaram muita gasolina?
e então ela fosse logo correndo nos braços de Quentin e o beija-se e ele disse-se:
-Eu esperei por isso um bom tempo sabia?
e depois Margo dava um sorriso e abraçasse Lance e apertasse a mão de Ben e Radar, mas posso dizer que nada disso aconteceu, na verdade foi tudo ao contrário.
Eu adorei tudo que Green escreveu, ele é tão inteligente, ele as vezes me faz parecer burra com suas palavras magnificas e intelectuais, mas eu sei que sou inteligente, não querendo me gabar háhá.
Mas bom, é óbvio que o livro é recomendável! além do mais, é um livro de John Green hihi.
O que eu mais gostei no livro foi a parte da vingança háhá, não que eu seja uma pessoa vingativa, nada disso, nunca nunquinha há há, mas mistura muitos gêneros nesta parte, é hilário, apaixonante, vingativo, misterioso, contém ação e isso é uma das coisas que eu amo mistura de gêneros em um livro, é fantástico!
Eu ameiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii infinitamente, só fiquei muito decepcionada com o final por que eu queria que tivesse um pouco mais de romance e que Margo fosse para casa, o livro não tem uma espécie e continuidade, ele simplesmente para a partir de um ponto final, ele para em uma parte que parece ter uma continuação, mas não tem, os leitores não vão poder saber se o Quentin ficou ou não com a Margo, e o que será que os pais de Quentin acharam da ideia dele perder a própria formatura a procura de seu amor, e Lace? voltou a ser amiga de Margo? e Ben e Radar? o que acontece depois? e a família de Margo? são questões que vamos ficar para o resto da vida, a não ser se fizermos igual Hazel Grace hihi, ir na casa de Green, e fazer as questões sobre o fantástico livro Cidades de Papel.
Até a próxima gente, beijinhos!

                                                                           Paula.

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.