Livro: Os Assassinos do cartão-postal
Autor: James Patterson
Editora: Arqueiro
Páginas: 303
Avaliação: 4/5

Sinopse: "Jacob Kanon, um detetive da divisão de homicídios do departamento de polícia de Nova York, está muito longe de casa. Em sua longa viagem, já conheceu as mais belas cidades da Europa. No entanto, não é a paisagem que o atrai. Para ele, cada café, catedral ou museu é uma pista dos assassinos de sua filha.
A filha de Jacob, Kimmy, é apenas uma peça de um doentio e intricado quebra-cabeça. Amsterdã, Copenhague, Madri, Paris... Em toda a Europa, jovens casais são encontrados mortos com a garganta cortada. Os assassinos não parecem ter qualquer conexão, além de cartões-postais enviados para jornais locais dias antes da descoberta de cada crime.
Numa tentativa de salvar as próximas vítimas, Jacob vai se unir à jornalista Dessie Larsson, que acaba de receber um cartão-postal em Estocolmo. O que eles não imaginam é que os crimes têm um propósito bem diferente do que pensavam"

Então, O livro é um romance policial que nos apresenta Jacob Kanon, um detetive de homicídios do departamento de polícia de Nova York que investiga o caso "Assassinos do cartão-postal".
O livro todo conta 3 histórias que seriam as de Sylvia e Mac Rudolph que são os assassinos, Jacob Kanon e Dessie Larsson.

Conhecemos logo de início como funciona todo o esquema bem planejado de Sylvia e Mac para conseguir atrair as vítimas para seus quartos e logo em seguida matá-las. Sylvia e Mac são divertidos, sexy e muito interessante. Receber um convite para ir ao quarto deles parece ser uma promessa inquestionável de uma noite perfeita. Ambos são estudantes de arte e estão viajando por toda a Europa visitando museus e cometendo seus crimes.
Os dois assassinos tem sua "Marca" que seriam os cartões-postais enviados antes dos crimes por isso, foram nomeados como os assassinos do cartão-postal.

Enquanto isso, Jacob Kanon analisa cada foto tirada pelos assassinos que foram mandadas para os jornais locais e também analisa os cartões-postais tentando descobrir qual a mensagem que eles queriam transmitir com todos aqueles cartões-postais. Sua filha Kimmy e o marido dela foram mortos, encontrados com a garganta cortada em Roma e assim, a ira e ódio de Jacob foram despertados. Então a única coisa que Jacob mais deseja é vingar a morte da filha.

Em Estocolmo a jornalista Dessie Larsson vive mais um dia em seu trabalho, mas de repente Dessie recebe um cartão-postal e assim acaba atraindo muita atenção de todos a sua volta, imprensa e toda a população.
Logo em seguida tudo começa a se juntar e Dessie se junta a Jacob para enfim, capturar os assassinos para que não aconteçam mais mortes sem sentido.



Gente, e se eu disser que foi o terceiro romance policial que eu li? Eu sei! Isso é um absurdo! Mas eu nunca me interessei por esse gênero de livro, então não lia muito romance policial, mas logo após esta leitura eu passei amar romances policiais. A leitura desde livro é tão boa, e eu acho que cheguei a ir as 2:00 horas da manhã lendo, por que o suspense aumentava cada vez mais e eu queria saber o que iria acontecer depois e então ficava lendo até meus olhos começarem a se fechar devagar e eu perceber que o sono havia chegado.

Eu li este livro rápido mas demorei muito para fazer a resenha até por que já estou na metade de um outro livro hahah. Eu não sabia o que escrever na resenha por que eu não sabia como relatar a vocês como eu achei o livro fantástico!
Já que eu não li muitos romances policias eu acabei achando um pouco forte o livro por conter as partes dos assassinatos muito detalhados e eu como me considero muito medrosa já acabo ficando com um certo medo de tudo mas de qualquer jeito isso foi como uma iniciação para eu me adaptar com livros de terror por que livros de terror contém tudo bem mais detalhado.

Dessie e Jacob me cativaram, eu gostei dos dois e eles formaram um ótimo casal. Jornalista e detetive, pra mim deu a combinação perfeita. Os dois se ajudam no caso e eles são ótimos profissionais.
Dessie me cativou mais, acho que pelo fato dela ser inteligente e de sempre ter uma opinião formada sem mudar por nada, isso foram coisas que eu admirei nela e acho que seriamos grandes amigas colocando tantas coisas que temos em comum.

Agora falando sobre os assassinos- Sylvia e Mac. Eu acho que foi muito bem elaborado colocar um casal como os assassinos por que não é tão comum ver isto em livros ou em filmes de serial killer.
O autor poderia ter feito algumas modificações no passado dos assassinos por que acabou ficando uma pergunta minha que não quer se calar sobre o livro que o autor talvez tenha se esquecido de mencionar no fim do livro e isto foi um desastre por que a pergunta ficou flutuando no ar sem resposta. Acho que este foi o único ponto negativo no livro e nos assassinos.
Eu gostei deles e ficava sempre visualizando Mac por que muitas partes do livro relatam que ele é lindo, lindo, lindo e então, será que ele é tão lindo assim? alto do cabelo loiro? pois é! Eu acho que seria fantástico se criassem o filme deste livro, com certeza iria fazer sucesso.
Pretendo ler mais livros do autor, fiquei encantada com o livro e provavelmente ficarei com outros livros dele.



                                                                             
                                                                             Paula.

2 Comentários

  1. Eu sempre gosto quando uma pessoa aprecia um livro do James Patterson, afinal, é um dos meus autores favoritos. Esse livro é especial por ter sido escrito em parceria com uma autora de muito sucesso, mas posso garantir que os demais livros dele no gênero são tão legais quanto esse.
    Se quiser uma dica, recomendo que leia a série Clube das Mulheres Contra o Crime. ;) Acho que vai gostar muito.

    Beijos,
    Ricardo - www.overshockblog.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ricardo!
      Adorei o autor e muito obrigado pelas dicas, vou ir logo para a livraria comprar! ^^
      Beijos,
      Paula Santos.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.