Livro: A breve segunda vida de Bree Tanner
Autor (a): Stephenie Meyer
Páginas: 190
Editora: Intrínseca
Avaliação: 4/5

AVISO: Esta resenha contém spoiler.

Sinopse: " O universo da série Crepúsculo ganha uma nova perspectiva sob o olhar de Bree, a jovem vampira integrante do exército sombrio de recém-criados que assola a cidade de Seattle e marcha à caça de Bella, Edward e os Cullen. 
Bree mal se recorda da vida que tinha antes de descobrir seus sentidos extremamente aguçados, os reflexos sobre-humanos e a força física sem precedentes. A vida antes da insaciável sede de sangue... Antes de ser uma vampira. 
O que ela sabe é a rotina se um bando de recém-criados é de poucas certezas, e de ainda menos regras: fique alerta, não chame atenção para si mesmo e, acima de tudo, volte para casa antes do nascer do sol, ou será destruído. O que ela não sabe: Seu tempo como imortal está se esgotando, depressa. 
Bree encontra em Diego um amigo inesperado, outro jovem vampiro atormentado pelas dúvidas a respeito do monstro que os criou- alguém que conhecem simplesmente por Ela. Quando os dois percebem que são apenas peões em um jogo cuja proporções jamais imaginariam, é preciso descobrir em que acreditar. Mas se tudo o que você sabe sobre sua espécie é uma farsa, onde estará a verdade?"


" Quem você caça é o tipo de decisão que se deve tomar antes de farejar a presa. Agora já era tarde demais para fazer qualquer escolha."


Oi gente tudo bom? Terminei de ler um livro que eu nunca imaginei que iria ler. Um dos livros da saga crepúsculo de Stephenie Meyer que eu acabei me rendendo a esta escrita fantástica dela. 
O livro é narrado em primeira pessoa do ponto de vista de Bree, a nossa personagem principal. 

Bree é uma vampira recém-criada e é a mais nova do exército de Riley, mas também é mais forte e a mais rápida de todos. Bree costuma de esconder atrás de Fred, um garoto que espanta todos com o seu cheiro repugnante, assim ninguém tem coragem de chegar perto dele, por isso Bree se esconde atrás dele, para que ninguém a perceba, 

Até então, Bree não conhecia tanta gente e não tinha amigos. Até uma noite em que ia caçar e conhece Diego, o braço direito de Riley. Diego e Bree ficaram amigos ou até mais que isso. Os dois ficaram muito unidos, caçavam juntos e descobrem que os vampiros não queimam no sol. Descobrem além disso que Riley havia traído e mentido para todos. Diego que acha que é grande amigo de Riley vai contar a ele a respeito dos vampiros brilharem no sol, Bree volta para a casa mas Diego não.

Riley volta para casa, mas Diego não. Vários pensamentos surgem na mente de Bree e o mais provável é que Riley o matará. 
Riley treina seu exército para derrotar os talentosos vampiros de olhos amarelos, os Cullens.
Bree não quer lutar, mas precisa ir atrás de Diego e descobrir se de fato ele morreu ou ainda está vivo.

"Eu vi a postura dele mudas. Toda aquela estranha simpatia havia desaparecido-Era agora um predador."

Bom, o livro me surpreendeu muito, eu ainda não tinha uma opinião a respeito dos livros da saga pois quando vi os filmes eu até gostei, mas achei muito fantasiado o que não me agradou e olha que eu sou apaixonada por fantasia. Mas depois de ler este livro eu fiquei com vontade de ler todos os outros livros da saga. 
Sempre achei bobo o fato dos vampiros brilharem no sol, comparava com vampiros de outros filmes que eram mais realísticos e achava mais bobo ainda, mas este livro conseguiu mudar totalmente o meu conceito. 

A respeito dos personagens, eu gostei e detestei muitos deles. Bree eu considerei ela fácil de manipular, ela é meia boba e acredita em tudo, mas em relação a se proteger ela é muito esperta. 
Diego me pareceu ser confiante demais e acabou se dando mal por isso mas ele também transparece confiança e isso me deixou um tanto feliz pois todos naquela roda de vampiros eram traiçoeiros.
Em relação a Riley, ele é um pé no saco se é que me entendem. Me irritou o fato dele ter traído Diego, de início eu estava criando uma paixão por Riley, ele parecia ser legal, mas com o decorrer dos acontecimentos ele foi ficando muito mal, meio doido, só faz as coisas pela tal ela.

Apesar de eu ter amado a narrativa de Bree, achei muito esquisito ela ter narrado o livro (spoiler), pois no final do livro da a entender que Bree morre, Os volturi a matam, mas então se Bree morre, como ela pode ter narrado a própria morte? Isso de fato é muito esquisito, ela narra o livro até a sua morte, ela não narra exatamente que quebraram o seu pescoço, mas ela narra até o momento em que eles se preparam para matá-la, e isso foi muito confuso, tenho de adimitir que cheguei a folhear o livro mais algumas vezes para tentar entender isso, mas não consegui.

Mas enfim, gostei, amei e adorei este livro e pretendo ler toda a saga crepúsculo, tive muita vontade de entrar neste mundo da escrita de Meyer.

Espero que vocês tenham gostado desta resenha, beijinhos e até a próxima!




                                                                               Paula.

2 Comentários

  1. Olá! Puxa legal saber disso, o legal que a Bree inclusive ganha um papel em destaque no filme, o destino é o mesmo mas dá para entender do por que Bree despertou a atenção da autora. E foi muito legal acompanhar parte da história dela. Leia a saga sim, tenho certeza que vai curtir, quem sabe até mais que os filmes.

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Joi! Adorei o livro e já estou economizando um dinheirinho para tentar comprar o box e ter todos os livros de uma vez só rsrs. Eu assisti os filmes e gostei mas muitas coisas me decepcionaram, realmente espero gostar mais dos livros <3

      Beijos,
      Paula Santos.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.