Livro: O Retorno do Jovem Príncipe 
Autor (a): A.G Roemmers
Páginas: 109
Editora: Fontanar 
Ano: 2011
Avaliação: 3/5

Sinopse: "Ao viajar sozinho no vazio da Patagônia, um homem maduro encontra um adolescente desacordado e o socorre. Quando o rapaz acorda, o homem percebe que não se trata de um jovem qualquer, mas de um famoso príncipe que cresceu e resolveu revisitar o planeta Terra. Os dois viajantes embarcam num diálogo denso que aborda as grandes questões existenciais. Assim, a viagem de carro se transforma em uma autêntica trajetória espiritual, que abrange a transição da inocência à maturidade, do cotidiano ao transcendente e da tristeza à alegria". (Sinopse do blog Cantina do Livro)


Oi gente tudo bom? Semana passada eu estava arrumando minha estante e encontrei este livro da sequência de O Pequeno Príncipe. Como eu ainda não tinha lido este, decidi ler e resenhar pra vocês! 

O livro é narrado por um homem que está viajando em seu carro pela Patagônia, quando encontra um jovem deitado no meio da estrada. O jovem com diversas dúvidas começa a conversar sobre como enfrentar os seus problemas, crescer no amor para ser feliz, ter mais carinho por animais do que por maquinas entre outros assuntos.

Em meio a tantas perguntas, cada um vai ensinando o outro, o jovem príncipe cativa o leitor com ensinamentos que são resumidos em apenas gestos.


"Você deve perdoar o fato de que a primeira reação das pessoas é julgar alguém por seu aspecto externo"

Percebemos que neste livro, "O Pequeno Príncipe" volta para terra como "O Jovem Príncipe", sendo assim, ele volta para terra como adolescente.

O livro é baseado nas perguntas que o Jovem Príncipe fazia na sua primeira vez na terra, mas a diferença é que as perguntas estão mais profundas pelo fato dele ser um adolescente.
Ele volta para terra por que ficou decepcionado com seu amigo aviador, pois abriu a sua caixa e lá dentro tinha um carneiro, então voltou para a Terra para descobrir o porque foi enganado.

Então, apesar de ser uma homenagem maravilhosa ao clássico de Saint- Exupéry, não tem todo aquele encanto que o personagem original tem. 
O livro é encantador cheio de poesia e filosofia, cada um dos personagens, tanto o Jovem Príncipe, tanto o viajante nos ensinam muitas coisas e nos fazem refletir sobre essas coisas.


"Às vezes, sem perceber, nós, adultos,  jogamos com os mais profundos sentimentos das crianças e destruímos coisas muito mais valiosas que qualquer objeto que elas possam quebrar".

Mesmo que o livro não tenha o encanto de O Pequeno Príncipe, ele acaba tendo um encanto diferente, que de qualquer maneira cativa o leitor e o prende cada vez mais. Você não vai querer parar de ler o livro, vai querer levá-lo junto a você o tempo inteiro, aonde for, para pelo menos ler só um capítulo de tão encantador que ele é.

Bom gente, espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje! Beijos e até o próximo post! <3


                                                          Paula.

2 Comentários

  1. Oi Paula,

    já li e ouvi muitos comentários sobre Pequeno Príncipe e, até hoje, não tomei vergonha na cara e li o livro! Mas fiquei curiosa por essa "continuação", é bacana quando tal história é expandida por outro autor e gostei de saber que você curtiu esse livro, mesmo ele não tendo o encanto do original.

    Beijos!
    Visite o Mademoiselle Loves Books
    http://www.mademoisellelovesbooks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, tudo bem?

      Você precisa ler o livro do Pequeno Príncipe, tenho certeza que vai adorar!!

      Beijos,
      Paula Santos <3

      Excluir

Tecnologia do Blogger.