Livro: Como eu era antes de você
Autor (a): Jojo Moyes
Páginas: 320
Editora: Intrínseca 
Avaliação: 5/5

Sinopse: "Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe.
Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro".


Olá leitores e leitoras neuróticos! Tudo bem com vocês? FINALMENTE eu vim com a resenha deste livro tão falado nos últimos meses que é Como eu era antes de você. Eu realmente tive alguns problemas com a leitura pelo fato de ter assistido ao filme primeiro e já avisando que não foi por vontade própria e sim por obrigação para fazer um trabalho escolar. Mas mesmo com os pequeninos problemas que todo leitor tem quando assisti o filme primeiro que o livro, eu consegui ler até o fim e realmente valeu a pena. 

Então, Como eu era antes de você é narrado em primeira pessoa pela Louisa Clark (ou simplesmente Lou), uma garçonete de 26 anos que mora com seus pais e namora um rapaz há 7 anos. Lou não faz faculdade por precisar trabalhar e manter a si mesmo e a seus pais que não trabalham. Também tem de cuidar de vez em quando de seu avô que após sofrer um derrame precisou de mais cuidados. Tem uma irmã que recebe mais privilégios que ela e tem um sobrinho pequeno. Mesmo ela trabalhando em um café, ter um namorado pelo qual não sente tanto amor e ainda ter de manter a família com seu pequeno salário, Lou é feliz. 

Ela vê sua vida de cabeça para baixo quando o café em que ela trabalha vai fechar. Lou realmente não se encaixa em nenhum dos outros trabalhos oferecidos para ela por falta de experiência e estudos. Quando surge um emprego em que terá de cuidar de um tetraplégico por seis meses, Lou aceita para poder manter os pais e também a si mesma. Quando Lou começa a trabalhar na mansão dos Traynors, é quando ela conhece (nosso queridíssimo) Will Traynor, o tetraplégico do qual ela terá de cuidar. Will era um grande advogado de sucesso, tinha uma namorada bonita que estava ao seu lado e após sofrer um acidente sendo atropelado por uma moto, Will se vê em uma cadeira de rodas sem poder mexer a maior parte de seu corpo e a partir deste fato, Will vira uma pessoa amarga e infeliz. 

Lou passa a odiar o trabalho pelo fato de Will Traynor ser estúpido, grosso e rigoroso com ela por motivo nenhum, por tratá-la como uma idiota e não manter nenhum diálogo com ela. Os momentos que ela mais gosta na mansão é a hora do almoço onde pode sair da mansão por que Nathan, outro cuidador de Will chega, e ela pode ir comer seu sanduíche pela cidade sem ter de encarar os olhos frios dos Traynors. 

Louisa então, passa a responder as respostas grossas e estúpidas de Will como ele, grossas e estúpidas. Assim, os dois vão se entendendo melhor e acabam por manter uma amizade que também passa de ser amizade e vira uma coisa maior ainda: Um (de fato) verdadeiro amor. 


"A finalidade da música é fazer com que você se desligue do mundo".


O que falar deste livro? Realmente me faltam palavras (o que não é costume) para ressaltar o que eu senti por este livro. Me envolvi na história, chorei, sorri e me diverti com muitas coisas no decorrer da leitura, e apesar de ter assistido o filme primeiro, eu realmente não estava esperando o que veio, foram surpresas atrás de surpresas. 

Os personagens são cativantes e as duas histórias emocionam, tanto a do Will, quanto a da Lou. O título do livro serve para os dois. Para Will pelo fato de mesmo antes de ter sofrido o acidente, escolher outras coisas do que a simplicidade e também por depois do acidente ser infeliz, mal-humorado e amargo, e quando se aproxima de Lou, ele se transforma em uma pessoa diferente, o posto do que era anteriormente. Louisa pelo fato de ela estar sempre acomodada com a vida que levava, não procurar estudar, estar de bem com o que tinha e manter os pais com o pouco salário que ganhava do café. Depois disso, passou a procurar estudos, a parar de procurar empregos que não a levariam para lugar nenhum e realmente aprendeu a amar, já que não amava seu namorado Patrick. 

Realmente seria impossível não criar nenhum laço afetivo entre eles, por que Lou trabalhava 12 horas com Will e apesar de no início ele não ser a pessoa mais amigável do mundo, ele passa a se importar com Louisa, passa a gostar dela e passa a se dar melhor com a vida e com sua situação. 

Patrick é um personagem que me deixou irritada. O cara namora com Louisa por 7 anos e mesmo assim não é tão atencioso com ela. Na realidade, no decorrer do livro, Will é mais preocupado e mais carinhoso com Louisa do que seu próprio namorado que só pensa em academia e treinos loucos para ficar em forma. Patrick realmente é uma decepção de namorado e é um dos primeiros (que encontro em livros) que não é um verdadeiro príncipe encantado que toda menina procura fora dos livros que sejam iguais aos dos livros. 

Em relação ao filme, claro que é bem melhor! Várias partes no livro não estão no filme ou estão de forma diferente do livro. O filme é muito bom, mas lembra bastante o filme Intocáveis que é baseado em fatos reais, os filmes ficaram bem parecidos e a única diferença (além do final, não posso contar spoilers) é o romance que no caso de Intocáveis não tem, mas lendo o livro isso não fica nem visível por que não é nem um pouco parecido. Jojo Moyes tem uma escrita clara e leve que deixa o leitor nas nuvens. 


Bom gente, espero que tenham gostado da resenha!! Super beijos e até o próximo post!


                                                      Paula.

2 Comentários

  1. Tô louca pra ler esse livro já vi varias pessoas comentando sobre ele e sobre o filme também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Milena, tudo bem flor?
      Esse livro vale muito a pena!!! Demorei pra ler ele por causa que assisti o filme primeiro, então fiquei comparando as coisas sabe? Foi bem difícil no início, mas depois fui me acostumando.

      Você vai adorar ler este livro flor!!! Aconselho muito!
      Super Beijos!
      Paula.

      Excluir

Tecnologia do Blogger.