Livro: Princesa Adormecida
Autor (a): Paula Pimenta
Editora: Galera Record 
Páginas: 192
Avaliação: 4/5 

Sinopse: " Era uma vez uma princesa... Você já deve ter ouvido essa introdução algumas vezes, nas histórias que amava quando criança. Mas essa princesa sou eu. Quer dizer, é assim que eu fiquei conhecida. Só que minha vida não é nada romântica como são os contos de fada. Muito pelo contrário. Reinos distantes? Linhagem real? Sequestro? Uma bruxa vingativa? Para mim isso tudo só existia nos livros. Meu cotidiano era normal. Tá, quase normal. Vivia com meus (superprotetores) tios, era boa aluna, tinha grandes amigas. Até que de uma hora pra outra, tudo mudou. Imagina acordar um dia e descobrir que o mundo que você achava que era real, nada mais é do que um sonho. E se todas as pessoas que você conheceu na vida simplesmente fossem uma invenção e, ao despertar, percebesse que não sabe onde mora, que nunca viu quem está do seu lado, e, especialmente, que não tem a menor ideia de onde foi parar o amor da sua vida. Se alguma vez passar por isso, saiba que você não é a única. Eu não conheço a sua história, mas a minha é mais ou menos assim... "


Oi gente! Tudo bem? Hoje eu vim com a resenha de Princesa Adormecida da Paula Pimenta, o terceiro livro da autora que eu tive a oportunidade de ler. 

O livro é narrado em primeira pessoa por Áurea Roseanna que começa contando a sua infância que pouco se lembra. Quando seu pai (príncipe de Liechtenstein) se casou com sua mãe, logo tiveram Áurea, mas a malvada Marie Malleville, que era apaixonada por seu pai, se conteve de raiva por não ter o seu amado. Então, no dia do batizado de Áurea, Malleville tentou sequestrar a criança se disfarçando, mas foi pega em flagrante. Quando estava perto do dia em ser condenada, ela havia fugido, mas continuará a ameaçar o casal por meio de cartas, prometendo se vingar por meio de sua filha, Áurea. 

Os pais da pequena Áurea, com medo do que Malleville fosse capaz de fazer, mandaram a pequena para o Brasil para morar junto dos três tios e ficar bem longe de Malleville. Quando chegou ao Brasil, a pequena Áurea passou a ser Anna Rosa, ou somente Rosa. 
Agora Anna está com 16 anos, morando com os tios super protetores e não se lembra de seus pais. Estuda num colégio internato com suas melhores amigas. 

Um dia, no aniversário de Anna, suas amigas decidem levá-la para festejar, sem a permissão dos tios, e é quando começa a receber mensagens de um garoto desconhecido que diz querer conhece-la. Anna se lembra dos conselhos dos tios sobre não falar com pessoas estranhas, mas aos poucos vai se abrindo ao garoto com o apelido Phil que diz querer muito conhece-la e acaba realmente se apaixonando por uma pessoa que nunca viu na vida. A partir daí, Anna começa a desvendar coisas sobre o seu passado e a descobrir tudo que seus tios mantinham em segredo. 

" - O quê? - Perguntei meio preocupada
- O que eu faço com essa vontade que me deu de te puxar pro lado de cá da linha?
Aquela pergunta eu não sabia responder. Por que eu estava com o mesmo problema."


Este é o terceiro livro que eu leio da Paula Pimenta e os outros dois foram super surpresas pra mim em relação a escrita dela, mas apesar deste livro ser super fofo, abordar um romance (que eu amo!), não foi lá grande coisa. 

Achei o livro bem "fácil" de desvendar. Não tinha surpresas, nem reviravoltas. Vários momentos você pensa "Isso vai acontecer" e realmente acontece. Não que seja uma coisa ruim, mas também não é boa e acabou deixando a leitura meio lenta e sem aquela pitada de sal que faltava. 

Vocês sabem que eu sou louca por livros românticos, romances bem melosos mesmo, mas apesar disso, esse romance entre Áurea e o Phil (por um celular!!!) não me convence. Sei que hoje em dia é bem comum achar pessoas que namoram virtualmente, mas pelo menos pra mim é impossível se apaixonar por uma pessoa da qual você nunca teve a oportunidade de conversar pessoalmente. Isso foi super estranho e eu não sairia dando meu endereço ou meu nome pra qualquer um que disser que eu sou uma princesa, realmente isso me deixou super decepcionada. 

Apesar disso, não posso dizer que não gostei da narrativa da Paula Pimenta. Na verdade eu adorei e só acho que alguns pontos do livro poderiam ser melhor (os pontos que citei). Amei os tios dela! Quem ler essa leitura vai conseguir identificar cada personagem, os tios dela seriam as fadinhas <3 E a malvada Mallevile seria a Malévola e Áurea claro que seria Aurora e outros personagens super fácil de identificar <3 

Tem mais uma coisa que eu amei de mais que foi uma personagem de um outro livro da Paula ter aparecido <3 Foi tão maravilhoso relembrar aquela personagem que eu amei tanto quando li o livro do qual ela é a protagonista!!!! Eu realmente estou falando isso por que quero deixar vocês pensando quem será essa personagem senhor!!! Vão ter que ler o livro MUAHAHAHHAHA. 


Bom gente, espero que vocês tenham gostado da resenha, super beijos e até o próximo post!!

                                                    Paula.

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.