Livro: O Zahir
Autor (a): Paulo Coelho
Editora: Rocco
Páginas: 316
Avaliação: 5/5

Sinopse: "Uma fascinante história sobre o significado e o poder do amor, e sobre a relação íntima entre a liberdade, a realização pessoal e a necessidade que cada um tem de alcançar seus objetivos.
O protagonista de 'O Zahir' é um autor de renome internacional, casado há 10 anos com Esther, uma jornalista bem-sucedida.
Um dia Esther desaparece e as autoridades decidem interrogar o marido. Todos se perguntam se ela teria sido sequestrada, assassinada, ou se simplesmente resolvera abandonar um casamento que a deixava insatisfeita. Ele não tem as respostas, mas, pouco a pouco, começa a questionar a própria existência.
Passado algum tempo, um amigo de Esther encontra o escritor e promete levá-lo até sua mulher. Os dois deixam para trás o glamour parisiense e embarcam numa viagem ao Cazaquistão.
É nesse lugar, marcado por uma história trágica e espiritualmente poderosa, que o escritor faz descobertas surpreendentes sobre si mesmo.
Mais uma vez, Paulo Coelho prova seu valor como contador de fábulas contemporâneas, mesclando histórias irresistíveis e a eterna busca por iluminação".

Oi gente! Tudo bem com vocês? Hoje eu trago a vocês a resenha do livro O Zahir do autor Paulo Coelho.

O livro é narrado em primeira pessoa pelo protagonista que é um autor de renome internacional. Conhecido por todos e extremamente rico. É casado com Esther há 10 anos, mas um dia, sua esposa desaparece. 

Ele não consegue entender o por que de seu desaparecimento, pergunta para si mesmo que de repente seu casamento deixou de ser feliz e ela simplesmente o abandonou em Paris? Ou foi sequestrada, assassinada? Ou só foi viajar e não quis comentar nada com ele? 

Depois de um tempo, o protagonista conhece novas mulheres, mas para ele nenhuma é como Esther, e então encontra um amigo de Esther que promete levá-lo onde ela está, mas terá de ser na hora certa. Mikhail - o amigo de Esther - tem alguns dons que irão apavorar e fazer questionar o nosso protagonista. De tempo em tempo, o protagonista vai aprendendo sobre a vida e sobre o amor, vai encontrando o seu eu interior e se tornando uma nova pessoa no caminho de busca por Esther. Descobre o quanto as pessoas conheciam e amavam sua esposa e descobre o por que dela ter deixado-o.



“Quando eu não tive nada a perder, eu recebi tudo. Quando deixei de ser quem era, encontrei a mim mesmo. Quando conheci a humilhação e mesmo assim continuei caminhando, entendi que era livre para escolher meu destino. Não sei se estou doente, se meu casamento foi um sonho que não consegui compreender enquanto durou. Sei que posso viver sem ela, mas gostaria de encontrá-la de novo – para dizer o que nunca disse enquanto estávamos juntos: eu te amo mais do que a mim mesmo. Se eu puder dizer isso, então poderei seguir adiante, em paz – porque este amor me redimiu”


Eu ganhei este livro de presente de aniversário! Realmente não sabia o que esperar. Mesmo lendo a sinopse do livro foi uma surpresa todo o livro pra mim.

A primeira coisa que me surpreendeu foi a relação da vida do protagonista com o próprio autor. Você fica se questionando se é baseado na vida do Paulo Coelho, fica imaginando se isso realmente aconteceu com ele e até procurar as obras do protagonista para conferir se existem mesmo e se são do Paulo Coelho (ou só eu que fiz isso ;-;).

O livro não fala apenas de um amor entre marido e mulher, mas fala sobre amizade, sobre querer ajudar o outro mesmo que você não conheça. influencia demais na nossa vida, no nosso cotidiano. Nas coisas que vemos na rua todos os dias e nas pessoas que convivem conosco. Nos faz refletir se somos bons, se somos agradecidos e fazemos o bem para todos. Se ajudamos quem necessita de ajuda, se tratamos todos iguais e se damos valor as pequenas coisas que acontecem no nosso cotidiano. 

Esther é uma personagem incrível. Que se questiona sobre o amor, sobre o que realmente significa amar e vai em busca disso, não fica parada esperando a resposta chegar, até por que a resposta não vai chegar sozinha, ela teria de ir em busca e é exatamente isso que ela faz, ela vai atrás do amor. 

Percebemos a evolução do protagonista no decorrer do livro. Do quanto ele se importa com ele mesmo, com seu dinheiro, com suas viagens e com seu "Banco de Favores", e depois vira uma pessoa completamente diferente, que aprende a amar, que conhece novas pessoas que ensinam o valor da vida para ele, que aprende a valorizar tudo e todos. 

Este é o segundo livro que leio do Paulo Coelho e retiro completamente o que disse a respeito de não me interessar pelos livros dele. Na verdade, depois deste livro quero ler mais livros dele ainda. É realmente cativante os personagens, a história e tudo que nos remete, tudo que nos faz relacionar com nossa própria vida. 

Espero que vocês tenham gostado da resenha de hoje!! <3 Beijos e até o próximo post! 


Paula.

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.