Procurando Dory
Data de lançamento: 30 de junho de 2016 (1h 37min)
Direção: Andrew Stanton, Angus MacLane
Elenco: Marília Gabriela, Ellen DeGeneres, Albert Brooks mais
Gênero: Animação, Comédia
Avaliação: 5/5

Sinopse: "Um ano após ajudar Marlin (Albert Brooks) a reencontrar seu filho Nemo, Dory (Ellen DeGeneres) tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos".

Oi gente! Tudo bem com vocês? A resenha de filme de hoje é: Procurando Dory! A sequência de um dos filmes mais queridos da Pixar: Procurando Nemo <3 

O filme inicia com um flash back de Dory pequeninha, juntamente com seus pais que estão tentando ajudar Dory a lidar com sua perda de memória recente.
O filme se baseia em como Dory se perdeu da sua família e aonde eles estão. Quando Dory vai ajudar o Tio Raia nas aulas com as crianças, é arrastada por uma correnteza que lhe faz lembrar de memórias com sua família relacionadas a correnteza. 

Dory acaba lembrando de seus pais e onde ela morava com eles, e embarca em mais uma jornada juntamente com Marlin e Nemo para reencontrar seus pais depois de tanto tempo sem vê-los. 

Nessa jornada, Dory reencontra amigos que é claro, não lembrava ter e também descobre sua origem, além de fazer novas amizades como o Polvo Hank, que é um novo personagem (óbvio) no filme e que se mostrar carrancudo e impaciente no início do filme, mas depois se mostra um grande amigo de Dory.


Procurando o Nemo é uma das minhas animações preferidas e eu fiquei muito ansiosa ao descobrir que iria ter uma continuação com a Dory, mas nem imaginava o que viria e realmente me surpreendi e amei ainda mais!

Dory bebê é um amor! Sobre eu querer apertar e não largar mais? 

Os novos personagens na animação são cativantes, fofos e maravilhosos. O desenho nos remete coisas boas e nos faz querer estar sempre com a família, como mostra no primeiro, Marlin com saudades de Nemo, neste mostra Dory relembrando da família e sentindo uma saudade enorme dos momentos maravilhosos em que estava com seus pais. 



No primeiro filme, vemos um pai extremamente protetor procurando seu filho, atravessando o oceano em sua busca, e nesse é o oposto, Dory é quem busca pelos pais, mas é claro que mesmo lembrando onde eles estavam, Dory tem de enfrentar dificuldades pelo caminho, mas assim vai descobrindo coisas novas e da onde realmente veio. 

O filme é maravilhoso, cativante e fofo demais! É aquela animação pra se ver agarradinho com sua família no sofá da sala, com uma coberta bem quente e um balde cheio de pipoca! 

Bom gente, essa foi a resenha de filme de hoje!!! Espero que tenham gostado do post de hoje, até o próximo post!

Paula Nunes.

Deixe um comentário

Tecnologia do Blogger.